Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Secretaria de Assistência Social
Assistência Social realiza 1500 atendimentos nos três primeiros meses do ano

Publicado em 06/04/2022 às 09:53 - Atualizado em 06/04/2022 às 09:53

Promover o bem-estar das pessoas e famílias em vulnerabilidade social é um dos objetivos das atividades e dos atendimentos do setor de assistência social. Em São João do Itaperiú, de janeiro a março de 2022 já foram contabilizados 1510 atendimentos entre visitas, auxílios e assistência.

 

A Diretora da Secretaria de Assistência Social, Alesandra Jaroszinski Kniss, explica que a pasta atende diversos serviços. Os atendimentos no Centro de Referência Social (CRAS) são voltados a proteção social básica com Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Outras ações da pasta consistem nos serviços relacionados a situações de violências, gestão do CadÚnico, gestão dos programas de transferência de renda e outros benefícios.

 

Para a Psicóloga, Flavia Luiza dos Santos, a Secretaria de Assistência Social é a porta de entrada para dar acesso aos direitos e garantir o mínimo de qualidade de vida para a comunidade itaperiuense.

 

Além destes, também está sob responsabilidade da Secretaria de Assistência Social o acompanhamento dos conselhos municipais relacionados ao setor, tais como: Conselho do Idoso, Conselho da Criança e Adolescente, Conselho da Assistência Social e Conselho Tutelar. 

 

Oficinas

Entre as opções de políticas públicas ofertadas pelo CRAS de São João do Itaperiú estão seis modalidades de oficinas gratuitas, sendo elas: Karatê (05 a 17 anos), Yoga (+60 anos), Artesanato, corte e costura (mulheres a partir de 15 anos), Violão e Canto. Todas as oficinas estão com vagas abertas e para participar basta procurar a sede da Secretaria de Assistência Social para saber mais sobre a inscrição gratuita.

- É mais uma forma de atender a comunidade sem deixá-la com tempo ocioso e exercitar a mente, seja do jovem ou idoso. As oficinas proporcionam essa integração e consequentemente uma troca de experiência de vida, avalia a Diretora Alesandra Kniss.